Wednesday, May 31, 2006

Amigos

Os amigos são aquela família q tu criaste ao longo dos anos, com quem podes contar quando estás mal, mas tb quando estás bem, são uma presença indispensável em qq situação.
Agora quais são esses amigos, será q sabemos sem sombra de dúvida quem são?
Normalmente pensamos q sim, até o 1º nos virar as costas, e tem q ser sempre aquele por quem meteríamos a mão no fogo pela certeza de lá estar quando caíssemos, até q um dia vêmos q afinal ñ, q nós caímos e ele deixou-nos caídos durante meses a fio...
É claro q entretanto, mesmo sem ele, já nos levantamos, limpamos a poeira e seguimos caminho, até pq ele ñ é o único amigo q temos, felizmente, era sem dúvida o mais antigo, o mais do coração, aquele q se amava incondicionalmente...
De qq forma, posso dizer q ñ me levantei sózinha, as minhas meninas, (e meninos é verdade!) estiveram sempre lá, uns mais outros menos, mas todos contribuíram e eu agradeço-lhes por isso.
Agora, como saber com certeza q ñ volta a acontecer quando menos esperamos?
Ñ sabemos, pura e simplesmente deixamos as coisas fluir e esperamos pelo melhor, eu ainda acredito q haja mta gente q ñ tem duas caras, e em quem podemos acreditar, até pq ñ consigo viver na desconfiança, q viver assim é viver sózinho, e eu ñ sou mto dada à individualidade, para mim tudo se faz acompanhado, trabalha-se acompanhado, passeia-se acompanhado, festeja-se acompanhado, faz-se amor acompanhado...
(Este último ñ é própriamente com os amigos, é alguém especial q esperemos q tb seja nosso amigo!lol)
Deixando a maionese, recuso-me a viver desconfiada... Ou seja, vou continuar a levar com estas situações... Se calhar até começar a ler bem as pessoas.

2 comments:

Faisca said...

As relações são como a "fruta no frigorífico"; deve-se manter na temperatura ideal para se manter fresca e agradável, não a podemos retirar do frio e deixar de lado sem a comer e se tentar-mos repô-la no frigorífica, de pouco vai adiantar, o mal já está feito e é só uma questão de tempo até ela começar a apodrecer. Por outro lado se partilhar-mos uma péça de fruta fresca, acabada de descascar, ainda goteada de água igualmente fresca...ahh, este é um dos segredos do seu sabor, o amor com que a partilhamos com alguem especial, tornam-na muito mais saborosa...

Anonymous said...

pois...tambem ja pensei ter o melhor e vi o pior...e espero nunca mais voltar a ter uma desilusão igual.mas tambem todos cometemos erros e todos temos distracções e espero tambem eu um dia nao estar demasiado ocupada a olhar para o umbigo e nao veja um amigo meu a cair...mas somos humanos nao é?de qq maneira sabes q estarei sempre para ti e o contrario tb...e se alguma falhar a outra vai ter um ataque histerico, portanto nao ha q enganar!!
beijos**fuschia