Tuesday, April 27, 2010

Assim sou eu... como a Loucura

sim, euzinha mesmo, em versão possuída

"Não preciso de vo-lo dizer; revelo-me, como já alguém afirmou, pela fronte e pelo olhar e, se alguém me quisesse tomar como Minerva ou pela Sabedoria, desenganá-lo-ia, sem precisar de discursos, com um único olhar, pois o espelho da alma é sempre o menos enganador. Nunca simulo no rosto o que me não vai no coração. Sou sempre igual a mim própria e nunca uso de disfarce, como os que pretendem passar por sábios e se passeiam como macacos vestidos de púrpura ou asnos cobertos com uma pele de leão. Qualquer que seja o disfarce, as orelhas acabam sempre por atraiçoar o velho Midas."

in Elogio da Loucura (Erasmo)

3 comments:

Sadeek said...

MEDO!!! :D

Vitor! said...

Por favor não me assaltes!

lampâda mervelha said...

Expressiva.





Gosto do efeito neon do teu cabelo :)