Tuesday, August 01, 2006

Momentos...

Há imagens q passam vezes e vezes sem conta pela nossa cabeça, sem q possamos fazer nada para as fazer desaparecer.

Normalmente essas imagens são de recordações.

Recordações de momentos q nós achamos ñ ter aproveitado como devíamos, por ñ termos a noção de q poderiam ser únicos.
Passam e passam mais uma vez, e pensamos só para nós como teria sido diferente se soubessemos o q seria aquele momento... O q faria de diferente? Provavelmente nada, mas com certeza q todo o envolvimento teria sido feito ao segundo, com todos os sentidos a funcionar em pleno, alerta.
O tempo ñ volta para trás, assim como as imagens ñ vão embora.

28-07-06

5 comments:

Faisca said...

Acho que sim, há imágens que queria-mos reviver uma e outra vez, se conseguisse-mos alterar ou de alguma forma manipular essas imágens, de certo deixariam de ser especiais, por outro lado as dessas que são "más", se conseguisse-mos altera-las, concerteza não deixaria-mos que se repetissem, por isso o elhor é ter-mos bem presente na memério o que queremos que se repita e o que não queremos, e tentar no fundo levar uma vida melhor com a aprendizagem das nossas imágens...

Beijo.;)

Ana said...

E o que nos vale são as recordações... pelo menos até não termos alzeimer... depois já não sei:)

Obrigada pela visita, volta sempre!

dKin said...

O q falo aqui, ñ é na manipulação de imagens, é apenas, no quão diferentes elas podiam ser se soubessemos q seriam únicas...

Mas sim, acabamos tb por aprender a ñ tomar as coisas "for granted" e aproveitá-las ao máximo, just in case! ;)

Faisca said...

Ok, mas se a possibilidade hipotéctica de estas imagens se tornarem diferentes, assim soubesse-mos que seriam únicas, fosse possível... não seria isto uma forma de as manupular...?

De resto continuo a dizer que se soubesse-mos ou pudesse-mos alguma coisa... estas imagens, deixariam por certo de serem especias pois de uma forma ou de outra teriam sido criadas...
bjo.:)

P.a.t.a.n.i.z.c.a. said...

Se não tivessemos recordações seriamos vazios, e se elas fossem diferentes do q foram não teriam tido o mesmo impacto. Acredito que tudo tem uma razão de ser. Boas ou más elas ensinam-nos sempre algo por isso, VENHAM ELAS...

Bj.