Wednesday, September 10, 2008

Conduzir na Madeira

Agora que vivo na Madeira, sinto que conduzir em Lisboa é do melhorzinho que há! Pode haver trânsito, gente a praguejar, tudo e mais alguma coisa, mas a grande maioria respeita o código da estrada; cá, provavelmente, as cartas de condução são tiradas com um código diferente, um código que diz que se pode pisar traços contínuos, estacionar em contramão, conduzir em contramão, ultrapassar em cima de curvas com traços contínuos, fazer rotundas inteiras por fora, (e por esse motivo, se estiveres dentro da rotunda, mas na faixa de dentro, quer dizer que podem entrar à tua frente à papo-seco) isto para não falar de (isto não vem no código da estrada, mas acho que no código do bom-senso) apitarem em todas as ocasiões, para dar passagem, para refilar, para agradecer... A que horas do dia e da noite for!
Isto move-se à lei do "se a polícia não vir, não faz mal", e isto é mote para se fazerem as maiores barbaridades na estrada que eu já alguma vez tinha visto; e atenção que eu, pelo trabalho, passo o dia a conduzir e tenho condução de taxista.
Por isso atenção, se vierem para estas bandas, tenham medo, muito medo!

4 comments:

fuschia said...

É das ilhas pá. Em Inglaterra é ao contrário, e aí tambem é uma condução muito própria. Tu é que tens de te adaptar :p

AMC said...

E das experiências de condução que tive na Madeira, confirmo que isso é tudo verdade...:) E o mais irónico, é que foi na Madeira a única vez que fui parado pela polícia por uma infracção..:)

inV3RS0 said...

...sempre que vou à Madeira passo 1 ou 2 vermelhos :( não os vejo com as árvores.

Anonymous said...

Este é mais um daqueles que deve fazer as rotundas por dentro e depois quer sair, cortando a frente aos que vão (E BEM) por fora para sair na próxima. Comparar Lisboa onde é normal estacionar em 2ª fila e em cima dos passeios, com a Madeira, é coisa de maluco! Lisboa onde lixo no chão é normal,escarrar para o chão é normal, e gente nojenta, pretos e demais nojentices andantes também é normal. A Madeira é outro mundo. Lisboa parece uma capital africana. Só estive num local mais nojento que Lisboa, e onde o trânsito era pior que em Lisboa: No Cairo, no Egipto!