Monday, May 29, 2006

Pessoas II

De volta às pessoas.
Vivemos num país onde habitam mtas comunidades de raças e religiões diferentes. Mal ou bem acabamos por ter q nos dar todos, "Q remédio!" dizem uns, mas é verdade, ñ há outra solução, agora como encaramos esse "remédio" é q varia de comunidade para comunidade, até de pessoa para pessoa.
As relações interpessoais, são mto complicadas, pq involvem todo um emaranhado de sentimentos e experiências. Mas de modo geral, os brancos são racistas, os pretos são racistas com os brancos, pq acham sempre q o branco é racista com eles, os indianos ou árabes são mto desconfiados de todos os outros e acabam por se relacionar só com os seus congéneres, os asiáticos têm a mesma tendência, penso até q criam entre si pequenas comunidades, ñ segundo a raça, mas por famílias.
Ora com isto, acabamos por nos conhecer mutuamente mto pouco, o q é estranho, pq afinal vivemos todos no mesmo canto, cruzamo-nos todos os dias, até podemos falar entre nós ocasionalmente quando compramos algo, precisamos de, ou prestamos, algum serviço, até mesmo nos transportes públicos, mas conhecer conhecer, saber q costumes tem aquela pessoa, ou mesmo q religião pratica, nunca acontece.
Agora, se vivemos em harmonia? Mais ou menos, ainda há mta descrença no outro para podermos todos vermo-nos iguais.
Precisamos de fazer com os brancos ñ se achem superiores, com q os pretos, ñ se sintam subjugados, com os árabes ou indianos, ñ se isolem dentro do seu seio e com q os asiáticos se abram para toda a experiência q é conhecer novos povos, pq tenho sempre a sensação q por de trás de um restaurante chinês há uma família numerosa q o faz funcionar e q só vive para isso.
Se cá estamos todos, vamos dar-nos sem ser só quando nos esbarramos no meio do "caminho"!

3 comments:

anacoreta said...

As coisas não são tão simples quanto isso. O racismo na maioria das vezes não nos é inerente, adquirimo-lo durante a vida. Por exemplo, se fores roubada por um sem-abrigo vais passar a desconfiar de todos os sem-abrigo (evite a raça no exemplo propositadamente). E os pretos que são racistas são-no até com os da própria raça. Sei que parece estranho, mas é a verdade.
O problema é rotularmos uma raça por causa de uma pessoa apenas. Se calhar devíamos tentar evitar colocar as pessoas em caixinhas categorizadas, mesmo antes de as conhecermos. Mas vamos ser sinceros: é arriscado confiar assim nas outras pessoas e sentimo-nos mais protegidos quando desconfiamos!

P.S. - Esqueceste-te de meter o label neste ;)

doceKin said...

Mto bem visto, erro a ser corrigido imediatamente ;)

anacoreta said...
This comment has been removed by the author.