Thursday, February 26, 2009

Ando cansada e irritada

Ando cansada e irritada com a falta de consideração das pessoas, até nem lhe chamava consideração, chamava-lhe falta de respeito.
Hoje em dia para podermos trabalhar sujeitamo-nos a uma data de coisas, acho que desde sempre houve sapos a serem engolidos no que diz respeito a trabalho, chefes mal humorados, incompetentes, the works, mas hoje é diferente, parece que temos que mendigar por trabalho e quem contrata, trata-nos como tal, como se não tivessemos valor nenhum e como se não existíssemos como pessoas.

Hoje soube de uma amiga que tinha um almoço combinado e que acabou por levar balda porque a companhia teve que ir a uma entrevista; isto podia parecer que a amiga devia ter avisado com antecedência, mas não! A rapariga foi chamada para uma entrevista, nessa mesma manhã e como é claro, largou tudo para ir.

Onde está o respeito pelas pessoas, se ela tivesse alguma coisa mesmo importante e que não pudesse mesmo faltar, de certeza que a empresa que a contactou, não ia ficar à espera dela, era passar à frente, porque a fila é grande.

E aí é que está o problema, a fila é sempre grande e as pessoas deixam de importar, há sempre alguém para substituir quem não quer receber menos do que o justo, ou quem quer ter uma vida para além de estar dentro de um atelier 12 horas por dia. Sempre ouvi dizer que "quanto mais te baixas mais se te vêem as cuecas", mas hoje em dia saímos sempre a perder quando não nos baixamos.

Desculpem, estou só cansada de tanta luta inglória.

2 comments:

Mundo dos Tesourinhos said...

É verdade, e o problema tal como referiste é que há sempre alguém que preencha o lugar que outro alguém achou injusto.
Eu própria já me sujeitei a estagiar durante 3 meses sem receber 1 único cêntimo, sempre na esperança depois lá ficar e trabalhar na área. A questão é que essas pessoas não ficam com ninguem porque há sempre licenciados com a minha esperança "pode ser que ao fim dos 3 meses fique lá". Se fosse hoje já não o fazia, mas temos que engolir muitos sapinhos na nossa vida,

Alguém said...

Eu acho que, neste caso, se tem é de aproveitar todas as oportunidadezinhas... Está tão difícil que há que aproveitar quando algo surge...

beijinho