Sunday, July 19, 2009

Deolinda


Ando desde sexta com a música "Fon-fon-fon" dos Deolinda, pregou-se-me ao cérebro e não quer sair. Não é que me importe muito, mas aqui em casa já se andam a queixar...

Isto porque sexta houve aqui na ilha um daqueles concertos Vodafone, em que tocaram X-Wife (deve ser bom para quem gosta, por mim ouvem-se bem mas só se tocarem uma música, todas as seguintes soaram-me a iguais) e Deolinda.

Quatro palavras para descrever, FA BU LO SO! Mesmo sendo a banda só constituída por três músicos e a vocalista, não deixa nada a dever na sonoridade de palco, para outras bandas com muitos mais instrumentos. Mas quem enche realmente o recinto e dá o espetáculo é Ana Bacalhau, de voz poderosa, mas ao mesmo tempo simpática, leva-nos pelo braço, pelos caminhos e histórias do albúm, faz-nos sentir dentro das músicas e como que amigos a quem se contam coisas da vida.

Mesmo mesmo muito bom!

14 comments:

messy said...

ADORO :D

fuschia said...

Não gosto muito. Quer dizer acho o projecto interessante, sou capaz de ouvir uma, mas incapaz de ouvir mais. Gosto dos Virgem Suta. Os Deolinha são da Damaia :p

cereja said...

Vi-os o ano passado e também adorei! E o que mais me fascinou, para além das músicas claro, foi o ambiente que se gerou, a alegria contagiante de uma música que só nos faz rir, dançar...Muito bom, mesmo ;)

Miss Kin said...

Fuschia, não conheço esses, mas essa conversa de que são da Damaia não é para mim! :P

bonifaceo said...

Os X-Wife têm algumas boas músicas.
Vão mais na minha onda que os Deolinda. :D
Mas acho que são dois bons projectos e são diferentes do resto das bandas do estilo a que cada uma delas pertence, e esta variedade é boa.

Miss Kin said...

Bonifaceo, acredito que X-Wife façam música de qualidade, eu sou muito ecléctica a nível de gosto músical e até gosto daquele género, mas achei que as músicas são muito iguais, e que nos primeiros acordes se reconhecem outras músicas já existentes de outras pessoas, tudo bem que se as influências podem pesar nas composições, mas reconhecer músicas dentro de músicas não devia ser a ideia.

Larose said...

e andas muito bem, também gosto do fonfon!

bonifaceo said...

Sim, nisso acho que concordo. Eu também não sou propriamente fã, só disse que preferia. :D

fuschia said...

A Maria João estava sempre a falar neles, que eram lá da zona dela e que a avó era professora da vocalista :)

Nadya said...

Já os vi uma vez na queima das fitas de coimbra e amanha vou ve-los de novo em cantanhede.

Já agora obrigada por passares pelo meu blog ;)

Alguém said...

Como eu gostava de ir assistir a um concerto deles! Dizem ser espéctaculares e sempre que eles andam por aqui perto desencontramo-nos :( Ai...

Solidao Atarefada said...

A melhor musica dos Deolinda (e curiosamente uma música que descreve o espírito português na perfeição, é a "momento perpétuo associativo".

Miss Kin said...

Solidão Atarefada, é triste isso... Devia ser o nosso hino, hoje em dia o "pela pátria lutar" já foi esquecido!

Solidao Atarefada said...

cometi uma gaffe: é movimento perpetuo associativo.