Monday, August 17, 2009

Ele os há muito anormais graças ao siiinhor!


Estávamos nós na via rápida, à noite, quando o garoto resolve ultrapassar o senhor que ia a pastelar na via da direita. O que é que se faz, pisca, não vem ninguém, faixa do lado... De repente ele volta de novo à mesma faixa.
E vocês perguntam porquê, como eu fiz mentalmente, até ao segundo depois, quando passou por nós uma mota.
E porque é que o garoto não viu a mota?!!?!?
Porque aquele anormal ia em cavalinho, no meio da noite, ou seja, não havia luz que se visse!

Às vezes estas coisas são como as bruxas, podem não acreditar, mas que os há, há!

(e são estas personagens que não morrem nas estradas!)

10 comments:

afectado said...

Bestas mesmo!

bonifaceo said...

Só não percebi uma coisa. Então se ele não vê a mota, porque volta de repente à faixa da direita (algo que tu dizes que na altura também te questionaste)?

cereja said...

Tenho medo desses meninos das motas. Uma pessoa apanha cada susto. Aparecem sempre do nada, são mais rápidos que os foguetes e quando se chateiam, desatam aos berros no meio da estrada.

Miss Kin said...

Ele volta para a faixa, porque quando foi para a do lado, o gajo baixou o cavalinho e só aí é que ele o viu.

suspiro de baunilha said...

E os acidentes acontecem... E depois pessoas morrem...

LostSoul said...

O problema é que normalmente esses meninos provocam acidentes, mas sao as pessoas que iam descansadas da vida que morrem, nao eles!!!!

BRUNO said...

Estou comovido com tanta sabedoria popular...
O que dizer (por exemplo) de alguns automobilistas que por não respeitarem regras básicas de trânsito, como parar num STOP, já ceifaram a vida a uns quantos Motociclistas, incluindo míudos de 16/18 anos, que apenas se dirigiam para a escola.
Enfim, o ser humano é assim, cheio de contradições.

BRUNO said...

Estou comovido com tanta sabedoria popular...
O que dizer (por exemplo) de alguns automobilistas que por não respeitarem regras básicas de trânsito, como parar num STOP, já ceifaram a vida a uns quantos Motociclistas, incluindo míudos de 16/18 anos, que apenas se dirigiam para a escola.
Enfim, o ser humano é assim, cheio de contradições.

Miss Kin said...

Bruno, não estamos a falar da mesma coisa, não tenho nada contra os motociclistas, até gosto muito de andar de mota, mas nesta situação específica, o gajo era um atrasado mental por opção!
Vais ter que concordar quando digo, que deste tipo de gente há-os em motas, como os há, em carros.

BRUNO said...

Concordo!
Diga-se de passagem que não sou a favor de manobras ilegais ou perigosas na via pública.
Existem locais próprios.
Pena é que por causa das asneiras de alguns "espertinhos", os Motociclistas em geral ficam com uma conotação negativa.
As minhas desculpas pela confusão...

Boas Curvas!