Tuesday, March 16, 2010

Mãos


Olho para elas e já não são as mesmas de antes, aquelas que alguém dizia que podia viver só de as mostrar. Aquelas finas e delicadas, sem os traços do tempo...
Continuo a olhá-las e penso em tudo o que tocaram, são elas que muitas vezes mostram o que eu sinto, sem precisar de palavras, são elas que trazem marcadas em cada linha, muitas mais que as do meus rosto, por tudo o que já passaram, o que já viveram, o que trabalharam, o que me diverti...
Vejo-as assim, com a idade a pesar-lhes, mesmo que não seja muita, ela já se manifesta ali.

Preciso dar-lhes mais atenção, afinal são através delas que tudo me chega, ou quase tudo.

5 comments:

Antígona said...

Mudam muito, sim :) perdem delicadeza e ganham sabedoria :):)

Sofie said...

a idade não perdoa...

Satine said...

grande verdade.. mas eu mais que as mãos acho que são os olhos que verdadeiramente dizem tudo e levam a tudo :)

beijocaa

Fuschia said...

Já meti creme nas mãos, pronto!

A Menina dos Óculos said...

Eu também já fui à bolsa e já lambuzei as mãos com creme!:P No meu caso, os três sentidos que me aproximam mais do mundo são: o tacto, a visão e o olfacto. As mãos têm a vantagem de permitir o toque, o que torna o contacto com as coisas mais íntimo.

Beijinhos,

A Menina dos Óculos