Monday, April 05, 2010

Pontos de vista ou como se pode perder algo importante

"Não quero ter uma relação por ter, quero ter uma relação quando quiser tê-la, não precisa de ser o homem com quem me vou juntar, casar ou ter filhos um dia, apenas o homem que quer estar comigo assim como eu quero estar com ele, e isso para mim basta. Foi o que a Vida me ensinou em todos estes anos, ser menos exigente comigo e com os outros." retirado da sabedoria da Gaja com G maiúsculo (outra portanto).

É isto que costumo dizer e que não percebo qual é a dificuldade em aceitar. Enquanto até agora, não se dava, ou pelo menos tentava não se dar, passos em falso, porque o medo de errar era grande, agora nunca são em falso, porque não há medo, se há uma hipótese de felicidade vou lá, mesmo que seja uma felicidade no agora, como já tinha referido aqui, não penso no amanhã, porque já percebi que o amanhã, pode sempre não existir, por muito que se nutra e regue, a planta pode morrer na mesma!
No entanto isto é a antítese de algumas pessoas, que acham que, como já erraram tudo o que tinham a errar na vida, já não arriscam com medo de voltar ao erro, dizem que só arriscam quando acham que vão acertar.

Não querendo ser bruta, mas já sendo, é estúpido!

Enquanto eu e as pessoas como eu, quando partem a cara, não têm arrependimentos, não podem dizer que deixaram passar oportunidades de ser feliz, estas outras hão-de olhar para o ontem, sem saber se por acaso lá deixaram alguma coisa importante (será que sequer pensam nisso?) e na mesma, quando acham que vão acertar, podem na mesma partir a cara como o resto de nós.

Whats the point?!

6 comments:

by "A Invisível" said...

Senhorita Miss Kin;

Desejo-te uma semana excelente!

P.S.- Agora já estou melhor! Fiz uma pequena sesta até à bocado!! hihihi!!

ÉS UMA PIROSA! TÁ?

Sorri! Beijinho grande*

izzie said...

A (minha) Gaja é a maior!
Pensassem todas/os um bocadinho mais como ela... tentassem todas/os olhar mais além e poupavasse muito dwelling. (eu incluída!)

Beijinho,

lampâda mervelha said...

Até nem é assim tão complicado!

Sabes Miss Kin, e já me vai faltando a paciência para pessoas assim...

Normalmente são pessoas que me cheiram a mofo, a armário, que no fundo ficaram retidas lá atrás, no momento antes de terem esbarrado no chão.

aespumadosdias said...

Ao virar da esquina sabe-se lá o que se pode encontrar...

Miss Kin said...

Sô Dona Invisível, agora já te desejo bem fds, cheiiiio de sol, para estar lá na sua maison, esparramada ao sol na "piiccccina"! Sua pirosa!

Izzie, ainda somos poucas a pensar assim acho...

Lampâda mervelha, é tal e qual, também cheguei a uma altura que a paciência é mesmo muito pouca para pessoas para dentro (como eu as chamo)!

aespumadosdias, realmente nunca sabemos, mas o que acontece é que se não andarmos de olhos abertos, as coisas podem aparecer e nós nem damos por elas.

JL said...

Excelente filosofia de vida. Parabéns.