Sunday, December 05, 2010

De novo a dor

Depois de alguns meses sem aparecer por aqui, venho só dizer que mesmo depois deste tempo todo, nada mudou, ou por outra, já mudou, e já voltou, a dor é a mesma.
A dor é sempre igual, dói sempre da mesma forma e queremos à força de unhas e mãos arrancá-la do peito, mas nem assim ela sai, fica ali, imóvel, como que a olhar para nós com pena.

5 comments:

João Marujo said...

Quando se torna uma constante, ao fim de algum tempo quase que se consegue conviver com ela e deixar que ela faça parte. Só é preciso é dar-lhe a volta e fazê-la sentir-se dominada...

Miúda-Mulher said...

Melhor?

José María Souza Costa said...

Continue festejando o seu Santo Natal.
Vim lhe desejar Harmonia e Paz. Tens um blogue Belíssimo. Passei aqui lendo, e observando. E estou lhe convidando a visitar o meu, que por sinal é muito Simplório, e se possível seguirmos juntos por eles. Estarei muito grato esperando por vós lá.
Abraços fraternais e que o Menino Deus, nos proteja, Sempre.

Miss Kin said...

Obrigada José Maria, estou a precisar disso!

Miúda-mulher, tenho a minha conta hotmail morta, ou seja, não recebo os comentários. Por isso respondo só agora, não sei quanto tempo depois... Já estive melhor, já estive muito bem, mas desde hoje, voltei a sentir o mesmo. Nice não é...?! :(
Parece que há qualquer coisa que tenho que mudar e acho que é a minha maneira de acreditar nas coisas.

Miúda-Mulher said...

Desconfio que são muito mais felizes os que acreditam do que os que já não conseguem ;-)